A Divisão Da Alemanha
  A DIVISÃO DA ALEMANHA

                                                           

Em 22 de Junho de 1941, Hitler quebrou o pacto com a União Soviética, abrindo a Frente Oriental e a invadindo a União Soviética,logo depois a Alemanha declarou guerra aos Estados Unidos. Embora inicialmente o exército alemão tenha rapidamente avançado sobre a União Soviética. A derrota da Alemanha ocorreu em seguida. Em 8 de Maio de 1945, as forças armadas alemãs se entregaram após o Exército Vermelho ocupar Berlim. A Segunda Guerra Mundial e o genocídio feito pelos nazistas foram responsáveis por cerca de 35 milhões de mortos na Europa. Na morte de quase dez milhões de soldados alemães e civis; grandes perdas territoriais, a expulsão de cerca de 15 milhões de alemães dos antigos territórios orientais e de outros países, e a destruição de várias grandes cidades. O restante do território nacional e Berlim foram divididos com a ocupação militar dos Aliados em quatro zonas.

Os setores controlados pela França, pelo Reino Unido, e pelos Estados Unidos foram fundidos em 23 de Maio de 1949, para formar o República Federal da Alemanh (RFA)a; em 7 de Outubro de 1949, a Zona Soviética criou a República Democrática da Alemanha(RDA). Eles foram informalmente conhecidos como "Alemanha Ocidental" e "Alemanha Oriental" e as duas partes de Berlim como "Berlim Ocidental" e "Berlim Oriental".



Escrito por gabrielaa-reis às 14h39
[] [envie esta mensagem] []


 
  ALEMANHA PÓS-GUERRA

Com o fim da II Guerra Mundial a vitória das três grandes potencias: Estados Unidos, URSS, e Reino Unido sobre a Alemanha os acordos de Lalta estabeleceram a divisão do pais em quatro zonas de ocupação (Norte Americana, Francesa, Inglesa e Soviética) e da capital Berlim em quatro setores administrados juntamente pelos comandantes militares das quatro potencias ocupantes. A soberania Alemã foi assim transferida para os aliados. Foram ratificadas as decisões de Lalta e tomadas outras medidas relativas á Alemanha vencida: desnazificação, desmilitarização e desarmamento, julgamento dos criminosos de guerra por um tribunal das quatro potências, pagamento de indenizações. Foi ainda o estatuto político da Alemanha durante o período de controlo militar aliado: demarcação das zonas de ocupação pelas forças armadas Americanas, Soviéticas Britânicas e Francesas e definição de um estatuto especial para a cidade de Berlim.

Logo após II Guerra,foi feita a divisão da Alemanha e do mundo em dois blocos: os países capitalistas e os países Socialistas que entram numa fase de guerra-fria. A assunção da ruptura política e ideológica pelos dois dos campos constitui o ponto de partida de que veio dominar-se guerra fria. Em Março de 1946 Winston Churchill denunciou a situação ao afirmar num celebre discurso que uma cortina de ferro se abatia sobre a Europa, dividindo em duas: Europa Ocidental, que se reerguia sob a assistência Americana, opunha-se outra Europa a de Leste, submetida á orientação Soviética Estalinista.

 Lançada a guerra-fria entre os dois blocos é construído o muro de Berlim. O muro, que começou a ser construído em 13 de agosto de 1961, não respeitou casas, prédios ou ruas. Policiais e soldados da Alemanha Oriental impediam e até mesmo matavam quem tentasse ultrapassar o muro. Muitas famílias foram separadas da noite para o dia. O muro chegou a ser reforçado por quatro vezes. Possuía cercas elétricas e valas para dificultar a passagem. Havia cerca de 300 torres de vigilância com soldados preparados para atirar. 
   



Escrito por gabrielaa-reis às 14h35
[] [envie esta mensagem] []


 
  COMO FOI FEITA A DIVISÃO ?

Alemanha Ocidental, uma república federal parlamentar com uma "economia social de mercado", aliada com os Estados Unidos, o Reino Unido e a França. O país chegou a se beneficiar de crescimento econômico prolongado a partir dos anos 1950. A Alemanha Ocidental ingressou na OTAN em 1955 e foi membro fundador da Comunidade Econômica Europeia, em 1958.

A Alemanha Oriental foi um estado do bloco oriental sob controle político e militar da URSS através de suas forças de ocupação militar e o Pacto de Varsóvia. Enquanto dizia ser uma democracia, o poder político foi executada exclusivamente pelos principais membros do ‘’SED’’ controlado pelos comunistas. Seu poder foi assegurado pelo Stasi, um serviço secreto de grande dimensão, e uma variedade de sub-organizações do SED que controlavam todos os aspectos da sociedade, tendo um grande número de informantes dentro da própria população. A economia planificada pró-soviética foi criada, e mais tarde a RDA passou a ser um estado do Comecon. Apesar da propaganda da Alemanha Oriental ter sido baseada nos benefícios dos programas sociais da RDA e na alegada ameaça constante de uma invasão por parte da Alemanha Ocidental, muitos dos seus cidadãos olhavam para o Ocidente em busca de liberdades políticas e da prosperidade econômica. Uma crise em Berlim em 1958, quando Kruchev exigiu que os Aliados desocupassem Berlim Ocidental em seis meses, e a posterior construção do Muro de Berlim colocaram em risco a ligação de Berlim Ocidental com a RFA e enfraqueceram Adenauer.



Escrito por gabrielaa-reis às 14h34
[] [envie esta mensagem] []


 
  O MURO DE BERLIM

O objetivo da criação do ‘Muro de Berlim’ era deter o constante fluxo de gente para o lado ocidental, migração que fizera com que, entre 1949 e 1961, bem mais de 2,6 milhões de alemães orientais escapassem para a República Federal. Desde que as potências ocidentais, devido a crescente guerra fria, decidiram em 1948 não mais punir a Alemanha, cessando a desmontagem e o translado das suas fábricas, removidas então a título de indenização de guerra, o lado ocidental galopou em direção à prosperidade.

Durante 28 anos, de 1961 a 1989, a população de Berlim, ex-capital do Reich alemão, com mais de três milhões de pessoas, padeceu uma experiência ímpar na história moderna: viu a cidade ser dividida por um imenso muro. Situação de verdadeira esquizofrenia geopolítica que a cortou em duas partes, cada uma delas governada por regimes políticos ideologicamente inimigos. Abominação provocada pela guerra fria, a grosseira parede foi durante aqueles anos todos o símbolo da rivalidade entre Leste e Oeste, e, também, um atestado do fracasso do socialismo real em manter-se como um sistema atraente para a maioria da população alemã.

Assim Berlim viu-se administrada, a partir de 8 de maio de 1945, em quatro setores: o russo, majoritário, o americano, o inglês e o francês. Com o azedar da relação entre os vencedores, em 1948 as quatro zonas reduziram-se a duas: a soviética e a ocidental. Em seguida, Stalin decidiu-se por um bloqueio total contra a cidade em represália ao Plano Marshall, que visava promover o reerguimento econômico da Europa destroçada pela guerra. Todas as estradas de rodagem e de ferro que ligavam Berlim com a Alemanha Ocidental foram então fechadas pelos soviéticos, na tentativa de fazer com que os aliados ocidentais desistissem da sua parte na cidade. Ou saíam ou os berlinenses morreriam de fome e frio.

                   

  



Escrito por gabrielaa-reis às 14h31
[] [envie esta mensagem] []


 
  A QUEDA DO MURO

Mesmo 20 anos após a queda do Muro de Berlim, as diferenças entre os lados ocidental e oriental da capital alemã ainda são perceptíveis para quem circula pela cidade.
O caminho começa na região da Kurfürstendamm, avenida principal de Berlim Ocidental, com lojas, hotéis e restaurantes elegantes, numa concentração que ainda hoje não há do lado oriental, cujo comércio ficou restrito nos anos de regime socialista. Embora desde a queda do muro muitos negócios tenham se desenvolvido do antigo lado socialista, ele ainda tem vários de seus bairros com proporcionalmente pouco comércio.



Escrito por gabrielaa-reis às 14h30
[] [envie esta mensagem] []


 
  CURIOSIDADE: '' O MURO,UMA ESTÉTICA KITSCH''

 Com a primeira linha de pedra se estendendo pela cidade, Krushev, então o chefe de Estado da URSS, mandava às favas a imagem do socialismo no restante do mundo. Quando ele ficou pronto, seu cinturão externo, envolvendo completamente a cidade, media 155 quilômetros, enquanto que o interno atingiu a 43 quilômetros: 37 deles na área residencial. Medindo em média 3,6 m, instalaram nele 302 torres de observação e 20 bunkers, de onde os soldados atiravam em quem se arriscasse a trespassá-lo.

    



Escrito por gabrielaa-reis às 14h28
[] [envie esta mensagem] []


 
 

As características do sistema capitalista
Este sistema caracteriza em linhas gerais:
• pela propriedade privada ou particular dos meios de produção;
• pelo trabalho assalariado;
• pelo predomínio da livre iniciativa sobre a planificação estatal.

As características do socialismo e a sua propagação pelo mundo
Até 1917 a Rússia era um país feudal e capitalista. O povo não participava da vida política e vivia em condições miseráveis. Esta situação fez com que a população, apoiada nas idéias socialistas, principalmente nas de Marx, derrubasse o governo do czar Nicolau II e organizasse uma nova sociedade oposta à capitalista – a socialista. A Rússia foi o primeiro país a se tornar socialista e, posteriormente, passou a se chamar União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).
Em linhas gerais, podemos caracterizar o socialismo como um sistema onde:
• não existe propriedade privada ou particular dos meios de produção;
• a economia é controlada pelo Estado com o objetivo de promover uma distribuição justa da riqueza entre todas as pessoas da sociedade;
• o trabalho é pago segundo a quantidade e qualidade do mesmo.

Após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), outros países se tornaram socialistas, como, por exemplo. A Iugoslávia, a Polônia, a China, o Vietnã, a Coréia do Norte e Cuba. Entretanto, este novo sistema colocado em prática nesses países, principalmente na União Soviética, apresenta vários problemas:
• falta de participação do povo nas decisões governamentais;
• falta de liberdade de pensamento e expressão;
• formação de um grupo político altamente privilegiado.



Escrito por gabrielaa-reis às 14h26
[] [envie esta mensagem] []


 
  CONCLUSÃO

Após a leitura do trabalho ficamos com o conhecimento que devido a uma ruptura política e ideológica entre dois blocos: capitalistas, e os países socialistas (marxistas-leninistas) dá-se a Guerra-fria que vai dividir a Alemanha em dois estados por um muro que provocou a morte de pelo menos 80 pessoas, 112 ficaram feridas e milhares aprisionadas nas diversas tentativas de o atravessar. Este muro símbolo da rivalidade entre o leste e oeste foi também o verdadeiro atestado do fracasso do socialismo em manter-se como um modelo de sistema atraente para as populações. Um muro que mesmo após a sua queda ainda trouxe muita dificuldade para o país e o seu povo. Com o fim do Muro de Berlim veio o fim do comunismo de leste.



Escrito por gabrielaa-reis às 14h25
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 

HISTÓRICO



OUTROS SITES
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!